Château Andriet e os Bordeaux Supérieurs

Em Bordeaux, ninguém tem medo das complexidades do mundo do vinho! São 7375 vinícolas espalhadas pelos 130 quilômetros da região que produzem 10 mil diferentes tipos de vinhos. Cada um destes vinhos pertence a uma das 60 appellations d'origine contrôlées (AOC). As mais importantes dessas appellations são os Crus Classés e os Crus Bourgeois. Mas existe uma appellation, digamos, “genérica”, que não se identifica nem com um pedaço de terra, nem com nenhum château. Os vinhos que pertencem a esta AOC são conhecidos como...os Bordeaux. Simples assim! Mas nem tanto. Além da AOC Bordeaux, existe uma AOC Bordeaux Superiéur. Nos dois casos, os vinhos podem vir de qualquer região, de qualquer château.

As exigências de qualidade dos Bordeaux são ainda mais rigorosas no caso dos Bordeaux Supérieurs. No caso da AOC Bordeaux Supérieur, os vinhos também podem ser tintos e brancos. Mas as uvas devem provir de vinhas mais antigas, tradicionalmente localizadas sobretudo na área ao norte de Saint Emilion e Pomerol. E, além disso, o vinhedo é mais denso. Não é à toa: as plantas que precisam disputar mais ferozmente por nutrientes são mais saudáveis, mais fortes, suas raízes são mais profundas. Por conta disso, os Bordeaux Supérieurs são vinhos mais potentes, com aromas mais complexos, teor alcoólico ligeiramente mais elevado. Os tintos precisam ficar no mínimo 12 meses em barris. Os Bordeaux Supérieurs brancos, são mais macios do que doces, mais concentrados e mais aromáticos.

Assim, como os Bordeaux, os Bordeaux Supérieur são blends feitos a partir das uvas típicas da região. No caso dos tintos: Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc, e, em quantidades menores, com Malbec e Petit Verdot. Os brancos são produzidos principalmente com Sauvignon Blanc e Semillon, com Muscadelle e Sauvignon Gris em proporções menores.

E os preços? Variam bastante, até porque mesmo entre os Bordeaux Superiéurs existem os tops, eleitos oficialmente a cada ano. De modo geral, estão classificados como vinhos acessíveis. Como dizem os franceses, são vinhos pour le plaisir (algo como ‘para saborear’).

Ou seja, são “genéricos”, mas com muita classe!

château andriet

O Château Andriet, por exemplo, é um Bordeaux Supérieur e é elaborado com 75% Merlot e 25% Cabernet Franc, passa 12 meses em barrica e possui 14% de álcool. Com aromas de frutas vermelhas, na boca é aveludado e com taninos suaves. Acompanha, harmonicamente, pratos de personalidade, como carnes vermelhas e de caça.

Veja mais opções de Bordeaux na nossa adega!

 

 

Sobre RBG Vinhos

A RBG Vinhos foi fundada em 1998, em São Paulo. Sua vocação: procurar continuamente oportunidades no mundo do vinho, buscando sempre aliar qualidade e bons preços. Seus clientes recebem semanalmente uma newsletter com as melhores sugestões e promoções. Se também quiser receber as recomendações de Ricardo Bohn Gonçalves, cadastre seu email ao lado.
RECEBA NOSSA NEWSLETTER


Se beber, não dirija. Aprecie com moderação.
A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.

+55 11 3676-1781
rbgvinhos@rbgvinhos.com.br