Descobrindo a Cidade do Vinho

 

A viagem de Daniel Ayoub, estudante de arquitetura de 22 anos, pela Europa começou há alguns meses. Morando desde fevereiro em Florença, na Itália, Daniel esteve se aventurando pela Toscana, provando dos mais clássicos tintos da região italiana. Depois de muita degustação de Sangiovese, Barbera e Montepulciano, Ayoub decidiu que era hora de expandir seus conhecimentos - bem poucos - sobre vinhos e conhecer Bordeaux, na França.

 

“Bordeaux é dividida em várias regiões, cada uma delas tem uma uva especial como cartão de visita.”, conta o estudante. “A visita à Cidade do Vinho aconteceu em meio a um dia de intensa exploração da região e posso dizer que foi a cereja do bolo. Tenho que admitir que num primeiro momento o que mais me impressionou foi a arquitetura. O prédio é uma  simulação de um vinho sendo despejado em uma taça.” Formado por uma torre alta em cima de uma espécie de espiral, o conceito da obra é exatamente esse: vinho em taça! Incrível! 

Lá dentro, existem atrações para todos, desde os neófitos quase completos, como Daniel, até grandes entendedores. 

 

WORKSHOPS - uma bicadinha da enologia

“Para quem quer aprender um pouco mais e está disposto a gastar alguns euros, existem vários workshops de degustação, harmonização e até história do vinho - assim como se fosse história da arte num museu, na parte inferior do prédio, que é mais escura, quase sombria. Dá uma sensação de lugar antigo!"

 

INSTALAÇÃO SENTIDOS - o vinho na mente

Dentro do museu, foi montada uma instalação artística com o intuito de provocar os sentidos e fazer aflorar as sensações que o vinho provoca:  “São imagens que ficam sendo projetadas no teto e, à medida que você vai olhando, você vai se sentindo levemente embriagado, exatamente como se você tivesse tomado vinho. É bem legal!”

 

LINHA DO TEMPO - o vinho na história

Que o vinho praticamente escreveu a história da humanidade, não há dúvidas, mas na Cidade do Vinho a linha do tempo é um show: “Nessa linha, temos uma visão bem ampla do vinho em diferentes momentos e contextos, desde a Mesopotâmia (hoje atual Istambul) até os movimentos artísticos como o Renascimento. O vinho sempre esteve lá, presente!”

 

MUSEU INTERATIVO - provar, tocar e sentir

Até o mais leigo dos visitantes acaba saindo com certa experiência sensitiva da enologia: “De maneira muito didática, os visitantes aprendem a distinguir diferentes aromas e eu consegui aplicar isso em todos os momentos em que bebi vinho depois da visita!”

 

A entrada da Cidade do Vinho custa cerca de 30 euros e inclui uma degustação e todo o acervo permanente do museu. A visita pode durar horas, então, se você resolver embarcar nesta aventura, prefira tirar uma tarde só para isso!

Você econtra vinhos da região de Bordeaux na adega da RBG Vinhos!

Sobre RBG Vinhos

A RBG Vinhos foi fundada em 1998, em São Paulo. Sua vocação: procurar continuamente oportunidades no mundo do vinho, buscando sempre aliar qualidade e bons preços. Seus clientes recebem semanalmente uma newsletter com as melhores sugestões e promoções. Se também quiser receber as recomendações de Ricardo Bohn Gonçalves, cadastre seu email ao lado.
RECEBA NOSSA NEWSLETTER


Se beber, não dirija. Aprecie com moderação.
A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.

+55 11 3676-1781
rbgvinhos@rbgvinhos.com.br